Sobre Nós

História

1Situada no coração da Beira Alta, a Quinta de Vilar tem uma longa tradição agroalimentar.
É na década de 50, que a Quinta de Vilar direciona a sua atividade para a produção de Maçã, iniciando em 1966 o cultivo para a produção em qualidade e quantidade. Desde então, existe uma reconhecida tradição de inovação aliada à procura contínua das melhores técnicas e métodos de produção e conservação de maçã. Na década de 70 a Quinta de Vilar dispunha já de Câmaras de frio de Atmosfera Normal com capacidade para 450 toneladas. A comercialização na grande distribuição teve início na década de 80 e, em 1989, com a dimensão e reconhecimento que a exploração adquiriu junto dos seus clientes foi constituída a Sociedade Agrícola Quinta de Vilar, Lda.

A contínua e constante aplicação de técnicas e métodos de vanguarda, aliada à sua localização, tem permitido à Quinta de Vilar ser reconhecida pela qualidade na produção das diversas variedades de maças que produz. Atualmente, a sua exploração dispõe de 40 hectares com plantação de macieiras, que lhe permite a produção das seis variedade de maça que integram a sua gama de produtos. Desde 2014 para fazer face à crescente procura pela sua maçã, estabeleceu parcerias com produtores regionais, aos quais adquire maçã e presta assistência técnica, de forma a garantir a qualidade com que sempre habituou os seus clientes.

Ao longo do seu percurso, e sempre com foco na inovação e qualidade, o crescimento da Quinta de Vilar foi acompanhado pelo contínuo crescimento das suas infraestruturas, desde a criação de um segundo armazém, à instalação de equipamentos tecnologicamente avançados – uma calibradora de 16 canais e três linhas de embalamento de maçã – a sucessivos aumentos de capacidade, dispondo nos dias de hoje de uma capacidade de armazenamento de 13.50 toneladas, consolidando a sua presença no sector.

Frueat

Foi na Quinta de Vilar que nasceu a produção da maça desidratada com a marca “FRUUT”, e é ainda, nos dias de hoje, que a maça fresca proveniente da Quinta de Vilar dá sabor a essas finas fatias de maça crocante.
Inicialmente sob a denominação de “Vilarzitos”, a produção de maçã desidratada na Quinta de Vilar teve origem no final dos anos 90, tornando-se um dos primeiros produtores europeus de maçã desidratada. Visava sobretudo o aproveitamento de maçã feia, rejeitada pelo mercado que acabava, invariavelmente, na lista dos desperdícios alimentares. Após anos de investigação e busca de alternativas, surgiu um snack saboroso, crocante, 100% saudável, que viria contribuir para a diminuição do desperdício alimentar e para um mundo melhor.

Inovação

A Quinta de Vilar sempre se pautou por uma contínua e constante aplicação de técnicas e procedimentos de vanguarda.

Numa publicação da revista ‘Vida Rural’ de 1990, acerca de um encontro de cerca de 400 fruticultores que decorreu na Quinta de Vilar, pode ler-se que “Numa quinta que é considerada já um modelo, pelo avanço técnico que o seu proprietário (Eng. Cabral de Menezes) imprimiu às culturas que ali se efetuam, «foram mostrados aos fruticultores novo métodos e tecnologias de instalação e condução de pomares, nomeadamente a automatização de fertilizações com regas, bem como a plantação de um maior número de árvores por hectare» informou o Eng.º Cardoso Domingos, diretor dos Serviços de Extensão Rural da DRABL”.

Os pomares de macieiras foram sendo alvo de várias intervenções e renovações, sempre com o objetivo de potenciar a qualidade da maçã produzida, destacando-se a instalação de rega gota a gota e a construção de uma barragem com capacidade de 125.000 m3, minimizando o risco de escassez de água para rega em períodos críticos, como o que antecede a colheita no Verão.

Também as infraestruturas de conservação e comercialização foram acompanhando as mais avançadas tecnologias. Já na década de 70 a Quinta de Vilar dispunha de Câmaras de frio de Atmosfera Normal com capacidade para 450 toneladas. Nos anos 90 procedeu à instalação de Câmaras de frio de Atmosfera Normal, obtendo uma capacidade de 1.000 ton. Em 2014 duplicou a capacidade de conservação para 2.000 ton com a instalação de Câmaras de Atmosfera Controlada e construção de um novo armazém.

Posteriormente adquiriu uma calibradora de maçã de 16 canais de água, permitindo a escolha por qualidade da epiderme, intensidade da cor, peso e calibre, imprescindível para a comercialização face à exigência dos mercados atuais. A par deste investimento foi instalada uma nova linha de embalamento para maçã em saco e sistema de embalamento automatizado em tabuleiro: Fast Packing.

Mais recentemente procedeu a nova ampliação das instalações, aumentando a capacidade de conservação para 7.500 ton e instalação da 3ª linha de embalamento, equipamento de higienização de paloxes e máquina formadora de caixas.

Sustentabilidade

Ao longo do seu percurso e no âmbito da sua atividade, a Quinta de Vilar procura a implementação de modelos de produção e consumo responsáveis e conscientes, de forma a gerir os recursos naturais de modo equilibrado e sustentável.

Tratando-se de uma empresa com produção agrícola, onde a água assume um papel fundamental, o uso racional da água foi sempre uma preocupação. Neste contexto destaca-se a instalação de rega gota a gota em toda a área de produção, promovendo uma irrigação controlada, e evitando desperdícios; e a construção de uma barragem com capacidade de 100.000 m3 proporcionando uma gestão eficiente da água.
Já na vertente de sustentabilidade energética, a Quinta de Vilar procedeu recentemente à instalação de cerca de mil painéis solares, diminuindo fortemente o consumo energético de fontes não renováveis. A energia solar é uma das fontes de energia mais positivas para o ambiente, sendo inesgotável, sustentável e limpa e evitando assim a preocupação com a escassez de recursos como acontece com outros tipos de energia.

As nossas Maçãs

Maçã Royal Gala

Maçã Royal Gala

ESPECIFICAÇÕESOriginária da Nova Zelândia, este fruto de tamanho médio e forma alongada troncocónica, apresenta um pedúnculo médio a comprido, epiderme de cor vermelho vivo, ligeiramente estriada em fundo amarelo.CaracterísticasA polpa é fina, de sabor doce, crocante,...

Maçã Golden Delicious

Maçã Golden Delicious

ESPECIFICAÇÕESOriginária do estado de Virginia nos EUA em finais do século XIX, esta maçã de calibre médio a grande, de coloração verde tornando-se amarelada – dourada com evolução da maturação, pode assumir, ocasionalmente, laivos alaranjados. A epiderme pode...

Maçã Red Delicious

Maçã Red Delicious

ESPECIFICAÇÕESOriunda dos EUA (Iowa), é uma maçã interessante devido à sua boa conservação, sendo caracterizada por calibres médios grandes. Fruto de forma alongada, tronco-cónica, costada (5 lóbulos junto à fossa apical) irregular, apresenta um pedúnculo médio e...

Maçã Granny Smith

Maçã Granny Smith

ESPECIFICAÇÕESOriginária Eastwood, New South Wales, Austrália em 1868, a maçã tem uma cor saturada de verde brilhante. A casca do fruto é bastante densa o que confere uma boa protecção da polpa e resistência à manipulação.CaracterísticasA polpa é suculenta, de cor...

Maçã Fuji

Maçã Fuji

ESPECIFICAÇÕESA Maçã Fuji é um clone com origem  em Fujisaki, (Aomori, Japão), no final da década de 1930, e começou a ser comercializada em 1962. O nome Fuji vem de "Fujisaki". No entanto, costuma-se confundir a origem deste nome, acreditando-se que vem de Monte...

Maçã Bravo de Esmolfe

Maçã Bravo de Esmolfe

ESPECIFICAÇÕESMaçã de coloração amarelo esbranquiçada de forma redonda tronco-cónica e calibre médio a pequeno. Epiderme fina e sensível à manipulação.CaracterísticasA polpa é fina, de cor esbranquiçada, macia, doce, aromática, muito pouco acidulada e perfumada. Os...